Top Social

Novo cachorrinho: fim da lua de mel

8.1.14
Patas&Focinhos Fotografia
A fase de lua de mel de um relacionamento termina quando aquela neblina de amor e paixão pelo outro passa e você começa a ver este fantástico novo ser na sua vida de uma forma mais realista.

Nas semanas pós-festas, portanto, não é incomum que os pais achem que os seus filhos estavam mais animados por poder ter um cachorrinho em casa do que neste momento, onde se aperceberam que têm um ser para cuidar. 

À medida que os dias passam, o número de membros da família preparados o passear vai diminuindo, assim como as gargalhadas diminuirão de cada vez que o cachorrinho estragar um novo brinquedo das crianças. Como resultado, os "pequenos acidentes" no chão podem tornar-se mais frequentes, e a "Bolinha de Pêlo" começará a explorar o seu mundo com o único mecanismo que ele tem - a sua boca - e os novos brinquedos que as crianças receberam no Natal, serão, um após o outro, vítimas do pequeno. O facto de ele ser tão fofinho e pequenino pode não chegar para o perdão automático das crianças.

Se você encontra-se na situação que eu descrevi acima, então a Lua de Mel terminou oficialmente. Não entre em pânico, não é tarde demais para colocar tudo em ordem.

Passo 1: Educar o seu cachorro
Procure uma escola positiva de treino e comportamento canino o mais rápido possível, assim evitará problemas comportamentais mais tarde. Uma escola positiva de treino e comportamento canino vai-se concentrar em desenvolver as capacidades de socialização, comunicação e prevenção do problema. Mesmo que tenha um cão em casa e considere que o mais velho ensina o mais novo, vá com o cachorro às aulas. Uma classe de cachorros é divertida, focada na construção de um relacionamento feliz e positivo, e incluem toda a família. 

Não se esqueça que a maior parte do trabalho é do dono, por isso faça os trabalhos de casa! Depois das aulas treine o seu cachorrinho, e leia. Leia muito:

The Culture Clash , por Jean Donaldson. Quando você começa um novo cachorro, você tem que perceber que você começou um relacionamento com uma espécie alternativa cuja perspectiva do mundo é muito diferente da sua. Antes que você possa começar a ensinar o seu cachorro, você precisa entender o mundo através da sua perspectiva única. Este livro vai ajudá-lo a definir as expectativas apropriadas que seja justo com o seu cachorro.
Puppy Start Right por Kenneth M. Martin. Este livro é uma abordagem positiva para a resolução de problemas, prevenção e formação, sem o uso de castigo. Vai ensiná-lo como treinar os comportamentos que você quer, a fim de incentivar e criar uma base sólida de habilidades. Essas habilidades de fundação são comparáveis ​​a ensinar as boas maneiras às crianças. Por exemplo, o seu cachorro deve aprender a ir para o seu tapete ou cama, quando as crianças estão a comer. Isso vai impedi-lo de aprender que a hora do lanche das crianças é um free-for-all!
Living with Kids and Dogs . . . Without Losing Your Mind: A Parent's Guide to Controlling the Chaos por Colleen Pelar. Crianças e cachorros são um tanto egocêntricos - acreditam que o mundo gira em torno dos seus desejos e necessidades! Sem dúvida, haverá confusão e frustração à medida que crescem juntos, mas este livro vai ajudá-lo a evitar problemas de comunicação e fazer com que todos estejam no caminho certo para a construção de um relacionamento saudável.

Clicking With Your Dog: Step-By-Step in Pictures por Peggy Tillman. Compreender e utilizar os conceitos de treino com clicker pode se tornar uma linguagem comum entre você e o novo membro da família para o resto da vida. O treino com o clicker usa o reforço positivo em combinação com um sinal - um clicker - para marcar um comportamento. Você pode usá-lo sempre queira ensinar o seu cão algo novo ou melhorar algo que ele já sabe. 

Passo 2: Gestão de Supervisão 
Lembre-se que um adulto deve ser o advogado do cachorro em todos os momentos. O que eu quero dizer com "ser um advogado" é que um adulto deve ser a voz do cachorro e o seu protector. A sua responsabilidade é certificar-se de que ele não é colocado em situações onde os comportamentos inapropriados ou associações podem ser aprendidas.

Então, se o seu cachorro urinar no chão ou mastigar um objecto impróprio, a primeira pergunta deve ser: "Quem estava a supervisioná-lo?"

Se o seu cachorro não pode ser supervisionado, ele deve limitar-se a um lugar onde ele pode "fazer nada errado" e "nada de errado" pode ser feito por ele.

Adoptar um animal de estimação, qualquer animal de estimação, significa acrescentar uma nova dinâmica e relação com a sua família.

O relacionamento que você está agora a desenvolver com o seu cachorro deve crescer mais forte e mais profundo ao longo do tempo - e durante muitos anos - com muitas memórias de família. Como acontece com qualquer relacionamento, haverá solavancos na estrada e erros de comunicação, mas com educação e fiscalização dessas colisões, mais tarde, tornam-se boas lembranças.

Tem um novo membro da família? Conte-nos a sua experiência.
O Mundo do Lucas também está no