Top Social

Amigos do Lucas #4

20.6.13
Amigos do Lucas| Ainda nem a Jion conhecia o sítio dos patuscos Lucas e Zurich e já os seus caminhos se haviam cruzado em Braga. O Mundo é realmente pequeno e a Jion é um exemplar de raça fantástico - labrador retriever.
Quem: Jion, de Vanessa Matos Luís, nascida a 11/11/2011, na cidade de Paredes
Casota: Paredes


História da Jion, descrita pela própria:
Na altura adequada, os meus pais entregaram-me a uma família de humanos e assim fui para a minha actual casa em Sobrosa - Paredes.

Como tenho um nome complicado, Jion (influências dos meus donos por praticarem karaté), muitos humanos na minha actual família brincam com o meu nome e ou me chamam Ji ou jirona. Ah, já me esquecia, como referi anteriormente o meu nome deriva das influências dos meus donos, do Karaté, então Jion é um nome de uma das katas que eles fazem lá no treino, e o seu significado é amor e gratidão.

Vem, já tenho vindo a falar de mim, mas há muitas mais coisas para contar. A adaptação a nova caso foi muito bom, encheram-me de mimos e carinho, o que foi muito bom, até me ofereceram um T0 para eu ficar :) e assim fui crescendo...

Perto da minha casa temos dois parques e, ao longo da freguesia, temos um percurso pedestre, foi por estes locais que as minhas caminhadas, correrias e paixão por água começaram. Fui crescendo e na altura adequada comecei a conviver com outros patudos de 4 patas, aí sim, as brincadeiras duravam horas era correr para um lado e tomar banho num lago, e os meus donos a ver-me feliz.

Sou uma tola por água, e as restantes brincadeiras são passadas com os meus donos entre corridas, passeatas e agora com as aulinhas e treinos em casa; para ficar uma menina muito bem comportada, dado a minha dona dizer que sou mal comportada e só sei saltar as pessoas e que tenho muita força, não percebo, eu só queria dar as boas vindas aos convidados lá de casa. Também tenho participado em eventos próprios para animais, e nos tempos que correm é um gosto poder participar nestas coisinhas para ajudar os que precisam mais e sentam mais necessidade, assim, sempre que nós família (eu e os meus donos) podemos lá vamos nós com a nossa boa disposição ver o que podemos fazer para ajudar, e enquanto os meus donos ajudam eu ando a fazer amigos novos para brincar.

Eles sempre me disseram que não ia ficar sozinha e iam andar sempre preocupados comigo, então quando eles vão passear e eu posso ir, sou a primeira a entrar no carro, quando estou mais paradita pensam logo que estou doentinha, mas, às vezes, fiz asneiras e já sei que vou ouvir um sermão. Já acompanhei o meu dono quando foi fazer um exame lá muito longe, todo o caminho foi parando para ver como eu estava, e até fui de férias com eles, acampamos e tudo, tudo experiências óptimas para mim, lá dormir naquilo que eles chamam de tenda, mas a parte melhor era quando íamos para o rio brincar.

Fui crescendo, crescendo, ... Muitas pessoas por quem passo dizem que sou muito simpática e fofinha. Agora vou continuar a crescer assim simpática para todos e tentar ser mais fofinha, na minha família que tanto me estima ... e na esperança de vir a ter um maninho.

Quer ver o seu cão aqui n' O Mundo do Lucas? Envie para nós fotografias e a história do seu peludinho. Não perca o próximo Amigo do Lucas. Gostou deste artigo? Então siga-nos na nossa página de facebook ou subscreva a nossa newsletter para ser o primeiro a receber o artigo do dia.