Top Social

O meu cão começa a ladrar assim que atendo o telefone...

5.2.13

Cães| Quem alguma vez fez telemarketing sabe que 50 por cento dos cães desatam a ladrar assim que os seus donos atendem o telefone. Porquê? Porque aprenderam a agir desta forma, ainda que acidentalmente. 
Falando na primeira pessoa, o Lucas teve uma fase em que sempre que o telemóvel tocava, desatava a ladrar e só parava assim que eu carregava na tecla para desligar. 

O início de todo este problema começa quando há o primeiro ladrar quando se está ao telefone. Será que quer atenção? Será que apenas lhe apeteceu ladrar naquele exacto momento? Talvez se o tivesse feito enquanto pagava as contas ou até quando cozinhava, o tivesse ignorado. Tal significaria que a não obtenção de recompensa pelo comportamento, o levaria a entender a inutilidade da repetição.

No entanto, quando estamos ao telefone não queremos que do outro lado ouçam o nosso canito a ladrar ou até as nossas frustradas tentativas de o calar.Tendencialmente, começamos a fazer-lhe festas ou pegamos no seu peluche preferido e atiramos para o outro lado para que em troca obtenhamos o seu bom silêncio. Com este tipo de atitudes, teremos um cão que desatará a ladrar sempre que o telefone tocar, uma vez que premiamos o seu comportamento. 

Por vezes, a situação vai mais longe. Há quem prefira dar uma guloseima ao cão, de modo a mantê-lo em silêncio durante a conversa. Uma grande recompensa ele: cada latido, cada biscoito! Porque razão há de parar com esse comportamento?

Como evitar este tipo de comportamento? Não deve recompensar  o seu cão a curto prazo por comportamentos indesejáveis a longo prazo. Se ele ladrar quando você atende o telefone, ignore. Habitue-o a ouvir o telefone tocar e atenda na frente dele repetidas vezes como uma coisa natural, sem festa, mimos ou guloseimas. Se isso não funcionar, peça ajuda a um adestrador para o ajudar com a "pestinha do telefone". O silêncio do seu cão é possível através de uma ordem, pode ter certeza.