Top Social

Quando os cães bocejam, estão aborrecidos ou ensonados?

15.2.13
Patas&Focinhos Fotografia
Cães| Nem uma coisa nem outra. Compare o bocejo a meter uma nova mudança. O bocejo vem aumentar o fluxo de oxigénio e fortalece o ritmo cardíaco - trata-se de uma forma de espicaçar o cérebro. O bocejo prepara o corpo para a acção - tal como o de um orador de uma palestra que aguarda a sua apresentação ou de um jogador que espera o regresso ansioso ao campo. Bocejar pode ser uma forma de relaxar.

Bocejar comporta duas motivações: recarregar baterias e acalmar. Se for a uma competição, irá detectar uma série de cães a bocejar na linha de partida, enquanto aguardam instruções para irem ao primeiro obstáculo. Estão prontos para a corrida e o bocejo traduz o stress e a excitação. Na sala de espera de um hospital veterinário, é frequente vermos cães a bocejar - um sinal inequívoco de que estão nervosos e procuram acalmar-se. 

Os cães também bocejam com frequência nos treinos - os donos interpretam este gesto como um indício de aborrecimento. Não é verdade. O cão que boceja na aula de obediência está, muito provavelmente, mais ansioso do que entediado, em virtude da ânsia ou nervosismo de o querer agradar sem saber como.

Tal como acontece com os humanos, o bocejo também é contagioso entre os cães. Se atrair a atenção do seu cão e bocejar em seguida, é provável que ele lhe devolva o bocejo. Alguns tratadores mais experientes usam este factor em seu benefício, convencendo os cães a bocejar, seja para que fiquem mais atentos, seja relaxarem.