Top Social

É melhor alimentar o nosso cão uma ou duas vezes por dia ou simplesmente deixá-lo comer?

7.2.13
Patas&Focinhos Fotografia
Cães| Existem cães que não comem demasiado, mesmo tendo um buffet ao seu dispor. E não há dúvida de que deixar o prato cheio é mais cómodo para os donos.

Mas parece que os cães, em geral, têm tantas dificuldades em recusar iguarias como nós próprios. Mais de 40 por cento dos cães adultos, com idades compreendidas entre os cinco e os onze anos, têm excesso de peso, ou pior, são obesos. Estes números levam os especialistas a sugerir que a comida deve ser regrada, e não deixada à disposição dos canídeos em quantidades abundantes.

Para além dos aspectos nutricionais, há inúmeras vantagens ao nível do comportamento, e também da saúde, se controlarmos o prato de comida do nosso cão. Ensinar o cachorro a sentar-se usando o prato da comida é canja. O pequenote perde o equilíbrio, o rabo toca no chão e... voilá! A refeição compensa o comportamento. Pode alargar o espectro usando as refeições para treinar outras ordens também, incluindo: para baixo, em pé e fica. O seu cão ficará excepcionalmente motivado, o que facilita a tarefa.

Quanto a dar-lhe comida uma ou duas vezes por dia...apostamos nesta. Muitas pessoas preferem dividir a ração diária em duas porções, talvez porque parece ser a atitude mais sensata e talvez porque aqueles grandes olhos castanhos são quase irresistíveis quando o resto da família se está a deliciar com o jantar. Dar quantidades racionadas de comida duas vezes por dia permite-lhe controlar, de uma forma saudável, o apetite do seu cão. Uma alteração no comportamento pode ser o indício precoce de que o seu cão está doente, visto que os padrões de alimentação, uma vez estabelecidos, são alguns dos comportamentos mais previsíveis na vida de um canídeo.

E não se limite a comprar produtos em promoção, ou algo que lhe saltou à vista no supermercado ou a marca que o seu vizinho lhe recomendou. A nutrição é tão importante para a saúde e longevidade dos animais, que não deve deixar de fazer uma visita ao seu veterinário em busca de uma orientação específica quanto ao tipo de comida mais adequado. Saiba aqui como deve ser a ração do seu cão.

Quantas vezes alimenta o seu cão? Oferece-lhe biscoitos ou snacks entre refeições?