Top Social

6 alimentos energéticos para o seu cão

28.3.13
Patas&Focinhos Fotografia
Saúde| O cão é o melhor amigo do Homem. Os estudos mais recentes confirmam que Cão e Homem estão geneticamente mais parecidos que nunca. Estes estudos foram levados a cabo por National Human Genome Research Institute, Broad Institute of Harvard University e MIT Dog Genome Project. Em muitos casos, o que é bom para o dono também será bom para o seu companheiro canino. Limitar a exposição a toxinas ambientais, fazer exercício regularmente e fazer uma alimentação saudável é o que o médico e o veterinário recomendam.
Quando falamos em alimentação saudável, referimo-nos à substituição de 25% da quantidade diária de ração por alimentos energéticos, sem perturbar o equilíbrio de nutrientes que o cão deve receber. Comece por introduzir pequenas quantidades para saber se o seu cão não faz reacção ao alimento.

Batata doce
A batata doce contém antioxidantes, vitamina E, as vitaminas A, B6 e C, beta-caroteno, cálcio, ferro, potássio, cobre, tiamina e ferro. Eles ajudam a manter o equilíbrio de fluídos e electrólitos e garantem um coração saudável. Descasque e corte a batata-doce em fatias. Coza-as a 250 graus por 2 horas e meia. Quanto mais tempo cozerem, melhores ficam. Outra óptima maneira de adicionar a batata doce, na dieta do seu cão, é levar ao microondas durante 10 minutos, e misture uma colher da polpa à temperatura ambiente com o jantar. Não ofereça a batata doce com a pele, pois pode causar dor de estômago.

Peixe gordo
O peixe gordo - atum, salmão e sardinha - contém ómega-3( ácidos gordos) que suprimem a produção de adrenalina e, portanto, pode acalmar a ansiedade ou agressividade. Se oferecer ao seu cão, não ofereça peixe enlatado. Opte pelo fresco ou congelado.

Azeite 
O azeite contém omega-9, que protege o coração. Também é muito rico em vitaminas A, D, E e K. Misture o azeite nas refeições do seu cão. Faça-o em pequenas quantidades, em quantidade abusiva pode soltar o intestino do quatro patas.

Aveia e arroz integral
Aveia e o arroz integral cozidos são óptimas fontes de fibras. A fibra retarda a digestão e aumenta a absorção de triptófano nestes alimentos. O triptófano tem vindo a ser demonstrado como um óptimo aliado no combate à depressão e à ansiedade. Pode juntar a aveia ou o arroz com carne moída magra, de forma a secar o alimento.

Carne magra
A carne magra e órgãos como fígado, devem ser consumidos com moderação, contém vitamina B5 e B3. A vitamina B5 é importante no processo de cicatrização e na manutenção da integridade da pele, mucosas e cabelo. A vitamina B3 está associada ao metabolismo dos hidratos de carbono, lípidos e proteínas.

Mirtilos
Os mirtilos são os frutos silvestres da moda com propriedades anti-sépticas, anti-diarreicas e anti-hemorrágicas. Ricos em antioxidantes, tem uma gama diversa de micronutrientes, e contêm níveis moderados de manganês, vitamina A, B, C, E e K e uma gama diversificada de minerais, Cálcio, Ferro, Magnésio, Fósforo, Potássio, Zinco, Selénio.

Gostou deste artigo? Então siga-nos na nossa página de facebook ou subscreva a nossa newsletter para ser o primeiro a receber o artigo do dia.