Top Social

Rotinas de cão

8.3.13
Patas&Focinhos Fotografia
Cães| Muitas vezes recebo por e-mail dúvidas de leitores que adoram cães, nunca tiveram oportunidade de ter um e agora têm a bendita oportunidade, só que não sabem por onde começar. É importante mecanizar rotinas, afinal nós, humanos, somos seres de rotinas, é uma forma inteligente de organização e um bem necessário para o nosso equilíbrio quotidiano. Esta é a lista mais básica cada dono adequará ao seu animal.

Diariamente
  • Dar uma vista de olhos às orelhas. Estão limpas e cor-de-rosa? Cheiram mal?
  • Limpar as secreções dos olhos. Se for necessário, amoleça com água quente ou use algodão com soro fisiológico. Não use camomila, pode causar irritação nos olhos.
  • Dar um osso (por exemplo: rótula de vaca) ou algo da sua preferência para limpar os dentes.
  • Depois de cada passeio, verificar que não haja terra ou corpos estranhos entre os dedos das patas.
Duas vezes por semana
  • Limpar os dentes com escova de dentes própria para cão.
  • Verificar as dobras da pele (por exemplo: nos pugs) e, se for necessário, limpar com um pano macio.
Semanalmente
  • Limpar as orelhas com um produto específico (por exemplo: Otoclean).
  • Verificar se os olhos estão vermelhos.
  • Verificar o comprimento das unhas.
  • Dar uma vista de olhos aos órgãos sexuais: estão limpos e não cheiram mal?
Mensalmente
  • Rever todo o corpo do animal  para ver se há alterações, como nós, inflamações, irritações ou sensibilidade ao tacto.
  • Cortar os pêlos compridos entre os dedos das patas.
  • Com uma pina de pontas arredondadas retirar os pêlos compridos do canal auditivo externo.
Anualmente
  • Vacinar o seu cão de acordo com o plano de vacinação.
  • Exames completos no veterinário.
Outras considerações
  • Levar a tomar banho tantas vezes quantas forem necessárias, sem cair em exageros.
  • Conforme o tipo de pêlo de cão, pentear diariamente ou menos frequentemente.
  • Aparar.
  • Passar o pente-ancinho.
  • Cortar as unhas.
  • Pressionar as glândulas anais.
  • Desparasitar interna e externamente.
Gostou deste artigo? Então siga-nos na nossa página de facebook ou subscreva a nossa newsletter para ser o primeiro a receber o artigo do dia.