Top Social

Porquê que os cães gostam de erva?

20.5.13
Patas&Focinhos Fotografia
Saúde| Os cães adoram mastigar erva. Alguns chegam mesmo a tornar essa paixão num hábito diário. Descanse! A maioria dos especialistas acredita que não se deve preocupar com isso. Então, porquê que os cães devoraram o manto verde do jardim?

Os cães são carnívoros, certo?
Os cães, ao contrário de muitas teorias defendidas, não são carnívoros. Contudo, também não são omnívoros. Por largas dezenas de anos, estes carnívoros oportunistas devoravam tudo e mais alguma coisa, desde que cumpridas as suas necessidades nutricionais básicas.

O cão moderno, em parte pela evolução e domesticação, não é mais como os seus antepassados, que, maioritariamente das vezes, comiam as suas presas totalmente, incluindo o conteúdo do estômago de animais herbívoros. Em vez disso, os cães foram buscar plantas como uma fonte alternativa. O mais comum, é a erva, mas são conhecidos por comerem, também, fruta, bagas e outros vegetais.

Claramente que os cães podem encontrar muitos nutrientes nos alimentos de origem vegetal. Porquê que depois de comer erva, o meu cão vomita?

Quando ele vomita...
Ao que parece a erva pode funcionar como o Rennie. Quando ingerida, a erva faz cócegas na garganta e no estômago, essa sensação, por sua vez, pode levar o cão a vomitar, principalmente, se a engoliu em vez de a mastigar.

Embora os cães não consumam grandes quantidades como as vacas, eles podem roer ou mastigar durante uns tempos e não vomitar. Isso pode ser justificável pela palatividade da erva ou por quererem sentir-se mais saciados.

Necessidade nutricional
Seja por que motivo for, a maioria dos especialistas não vêem perigo em deixar o seu cão comer erva. Na verdade, a erva contém nutrientes essenciais de que um cão pode precisar, especialmente se eles estão com uma dieta comercial. Se você perceber que seu cão anda a mastigar erva ou plantas de casa, então deverá equacionar a hipótese de introduzir ervas naturais ou legumes cozidos na alimentação diária do patusco.

Se pensar em todas estas razões, certamente concluirá que, afinal, comer erva não é mau de todo. No entanto, tenha atenção para um consumo repentino de erva, poderá ser um sinal subjacente de que o seu cão necessita de ser observado.

Gostou deste artigo? Então siga-nos na nossa página de facebook ou subscreva a nossa newsletter para ser o primeiro a receber o artigo do dia.