Top Social

E se algum dia perder o seu cão?

1.10.12
Usar nos passeios coleira e peitoral
Patas&Focinhos
Cães| Não desejo que ninguém perca o seu melhor amigo, mas que tal pode acontecer. Imaginemos que o pior aconteceu e que o seu patudo anda perdido por aí. Um dos motivos mais comuns para fugas são os fogos de artifício, os raios e os trovões. Os animais ficam de tal forma apavorados que pode levar à fuga. Certifique-se de que estará perto dele ou de que alguém da confiança dele estará para o tranquilizar. Para ler sobre o pavor de trovoadas, clique aqui. Tal como as trovoadas e fogos de artifício, o acasalamento é um outro motivo de fuga mais conhecido. Para evitar, este tipo de fugas castre o seu animal. 

Cuidados
Para que não se tenha de passar pelo desespero de procurar um cão perdido, há que prevenir. Use identificadores: medalhas de identificação e microchip. Sempre que possível dê preferência ao uso de peitoral (ou arnês).Com uma coleira a probabilidade de fuga de um animal assustado é maior. O ideal é usar um peitoral para passear o seu animal e uma coleira um pouco larga com a medalha de identificação. Assim se conseguir libertar-se do peitoral durante o passeio terá sempre identificação na coleira. Na medalha pode optar por gravar os seus telefones, "Recompensa, ligue a cobrar no destino". Se o animal tiver microchip, refira na medalha. O conselho mais usual é :"Use mais que uma medalha identificadora". 

Um outro conselho: Se caminhar bastante nos arredores da sua habitação, tal pode constituir um benefício para o seu animal na hora e regressar a casa já que saberá o caminho a percorrer.

Na hora de escolher lojas de animais e hospedagens, deve ter a certeza de que o local se encontra devidamente capaz de prevenir a fuga do pequeno: portões e cerca internos. Mantenha junto de si fotos actualizadas para o caso de precisar fazer cartazes de "Procura-se". Há quem tatue o número do microchip em lugar visível para impedir o roubo, e consequentemente a venda.

Ele fugiu...
Faça imediatamente vários cartazes com fotos e informações pontuais (data, local da fuga, características únicas, telefones para contacto e a informação “ligue a cobrar”, nome do animal e oferta de recompensa). Imprima vários cartazes e deixe-os em todas as clínicas, pet shops, organizações protectoras dos animais do lugar, onde ele desapareceu e também nos arredores. Cães percorrem vários quilômetros em pouco tempo. Exponha o anúncio em locais de grande circulação, como padarias, mercados, farmácias, salões de beleza, postos de gasolina. Exponha um anúncio nas escolas próximas, sabemos que as crianças podem auxiliar neste processo. Envie por e-mail sites e ONGs que divulgam animais perdidos. Contacte via telefone programas de rádio e televisão. Publique anúncios nos jornais regionais e locais. Reclame ajuda! Espalhe a notícia, faça acompanhar-se sempre de um cartaz, use o facebook em benefício próprio para espalhar a palavra.