Top Social

Porquê que os cães saltam para cima das pessoas para cumprimentar?

16.10.12
Patas&Focinhos Fotografia
Cães| Esta pergunta, do ponto de vista canino, deveria ser formulada de forma mais adequada: Porquê que as pessoas não têm quatro patas como qualquer outro animal, de forma a estarem ao meu nível? Quando os cães se cumprimentam, aproveitam para investigar as áreas onde o cheiro é mais intenso (boca, genitais e região anal). Sendo a região anal rica em produção de glândulas odoríferas, os cães cumprimentam-se sempre com um "beijo" na bochecha traseira. Este comportamento tem toda a a razão de ser quando se tem em conta que estamos perante um animal com um faro tão apurado, embora, para quem não está habituado a lidar com animais, se possa tornar incomodativo ver lambidelas na boca ou farejadelas entre as pernas. 

Instintivamente, o cão não educado agirá deste modo, o que significa cumprimentar saltando-nos para cima de forma a melhor sentir o nosso hálito,  seguido de um mergulho na zona "entrepernas". O que não queremos que o nosso cão faça, devemos ensiná-lo o quanto antes a não o fazer, uma espécie de etiqueta. Não podemos exigir que o nosso patudo seja uma Paula Bobone ou uma Lili Caneças do mundo canino, mas existem algumas regras de etiqueta que devem ser ensinadas. Coerência e coesão acima de tudo.

Tomemos o exemplo: Quando estamos de jeans toleramos que o cão nos salte para cima, e quando estamos  vestidos a rigor gritamos-lhe? Parabéns! Saiba que acabou de chumbar no teste de lógica canina!

Todavia, a culpa não é sua. Todas as pessoas que têm cães recebem em casa amigos que gostam de dar palmadinhas no peito dos rapazes de forma a levantarem-lhes a pata. Muitos desses amigos deixam os cães pequenos pular porque lhes parece engraçado, mas também porque não têm de se curvar para cumprimentar o pequeno. Como é que um cão há de entender que existem ocasiões em que deve saltar dependendo das pessoas? Os cães pequenos percebem rapidamente que este comportamento é premiado com colo. 

Seleccione um conjunto de regras- uma combinação entre regras humanas e caninas. Seja coerente e proíba ou permita em todas as ocasiões, não espere que por magia ele compreenda quando pode ou não saltar.