Top Social

Perguntas sobre o tratamento da Leishmaniose

16.5.12
O tratamento pode curar o meu cão?
Não. O tratamento não permite uma cura completa. Geralmente consegue-se a remissão dos sinais clínicos, no entanto, o animal pode ficar portador do parasita, podendo vir a ter recaídas passados meses ou anos. O tratamento será tanto mais fácil e de menor duração quanto mais cedo for diagnosticada a doença e iniciada a terapêutica. Consequentemente, o diagnóstico precoce é de extrema importância.

Qual é a possibilidade de ocorrer uma recaída?
É muito variável e difícil de quantificar. Dependerá do estilo de vida do seu cão, de possíveis reinfecções, da assistência médico-veterinária que lhe consiga disponibilizar, etc.

Que devo fazer se os sinais voltarem a aparecer?
Contacte imediatamente o médico-veterinário do seu cão para que este possa reiniciar o tratamento.

Posso contrair a doença se for picado por um flebótomo infectado?
É praticamente impossível que uma pessoa saudável venha a desenvolver sinais de Leishmaniose. No Homem, a resposta imunitária contra a leishmania é muito mais eficaz do que no cão, sendo capaz de impedir a expressão da doença na grande maioria dos casos. Numa zona endémica, uma elevada percentagem de pessoas já contactou com o parasita alguma vez, mas, no entanto, o número de casos clínicos é quase nulo. Mesmo que haja desenvolvimento de sintomas, o tratamento, numa pessoa sem qualquer outro comprometimento, tem uma elevada taxa de sucesso.